Sistema de produção
   
     
   
 

Sementes são nossa matéria prima, colhidas em todo território nacional, em reservas naturais de propriedades privadas, com devida autorização de seus proprietários.

Para manter o potencial genético de cada espécie essas são colhidas em diversas matrizes nos seus respectivos ambientes naturais.




As sementes antes e após o beneficiamento passam por um tratamento fitossanitário para eliminar a possibilidade de disseminar insetos e doenças oriundos de outras regiões do Brasil.
  

  

Beneficiamento de
sementes.



Após terem sido beneficiadas, a grande maioria das espécies são postas à germinar em germinadores com substrato estéril, visando assegurar o maior aproveitamento e sanidade das plântulas.
  

   O processo de repicagem é executado após a emergência, onde as plântulas são escolhidas uma a uma, visando selecionar as melhores para o plantio em bandejas, que por sua vez serão alojadas em estufas com microclima adequado propiciando condições de esenvolvimento e nutrição uniforme para todas as plantas.


Esta fase, apesar de aumentar significativamente o custo de produção permite um melhor controle do material produzido, sendo que diante da uniformidade ambiental e nutricional é possível selecionar os melhores indivíduos para processos posteriores na produção.
  
 

  

Após atingir o porte ideal as mudas são novamente selecionadas e as melhores são levadas ao campo e transplantadas para embalagens individuais, onde serão novamente selecionadas e liberadas para serem comercializadas.


Vista parcial do viveiro.
  
Direitos reservados - BIOVERDE - Árvores do Brasil © 2006